Welcome to Igor Trindade's terminal! Click here to start!igortrindade$

*recomenda-se ler este texto ouvindo essa .

Eu sou Igor Trindade, um pequeno empreendedor apaixonado por código.

Empreendo desde os 22 anos, quando abri a empresa Mais Bartenders para atender um nicho de mercado de festas e eventos sociais que estava crescendo bastante na época (2007).

Empreender para mim não foi bem um plano e sim muito natural pois gosto muito de desafios e de executar projetos, de tirar ideias do papel e transformar em novos produtos.

Esta empresa, que encerrou as atividades em 2018 ajudou muito a formar quem eu sou. Pois além de ter que criar uma empresa sem nenhum recurso externo, totalmente bootstrapping, o modelo de negócio em si é uma verdadeira escola, já que executar eventos em locais diversos, com condições diversas e com os mais diversos tipos de desafios ajuda a qualquer pessoa "destravar" a criatividade e sua capacidade em resolver problemas.

Além de ser minha primeira experiência como empreendedor, a Mais Bartenders foi também o gatilho para que eu começasse a programar e desenvolver ferramentas web. Como disse anteriormente, tive que criar a empresa com os próprios recursos, o famoso bootstrapping.

Mas apesar de ser um mercado que estava crescendo muito na época, o modelo de negócio não era tão escalável e a operação dependia muito de mim e como qualquer empresa, nós tínhamos necessidade por várias ferramentas que poderiam facilitar o dia a dia de nossas tarefas.

Como não sabia programar a alternativa era criar tabelas mega complexas e gigantes no excel. Era tabela para gerar orçamento, controlar de estoque, gerenciar os clientes, gerar check list de materiais do evento, de equipe, de compra de frutas, financeiro disso e daquilo. O Joãosinho, meu amigo que o diga! Ele é o cara do excel e me salvava nas fórmulas cabulosas!

Mas excel (e seus pares), apesar de serem ferramentas maravilindas e poderosíssimas, para se utilizar em uma empresa com várias pessoas lidando com as mesmas tabelas ao mesmo tempo, acaba se criando algumas limitações: as informações ficam muito descentralizadas, é complicado gerenciar ACL (quem pode editar o que) e nem sempre é fácil evitar que o usuário imploda toda a fórmula.

Como vocês podem imaginar, era quase um caos controlar tudo através de tabelas de excel e decidi então investir nessa ferramenta que facilitaria e muito o dia a dia da empresa de eventos.

O caminho mais natural para tirar esse projeto do papel era um só: levantar os requisitos do sistema e procurar desenvolvedores para implementarem. Parecia fácil, mas não. Mal eu sabia que o mercado de tecnologia estava efervescente e era muito difícil encontrar bons profissionais disponíveis, sem contar o custo de tal mão de obra. Como meus recursos eram limitados e meu conhecimento na área era praticamente nulo, tive que tentar contratar os profissionais através das plataformas de freelancers disponíveis.

Uma experiência nada agradável. Infelizmente! E hoje, após tantos anos programando posso dizer porque. Pelo modelo de negócio dessas plataformas, elas incentivam o leilão entre profissionais e pega o projeto quem conseguir equalizar a equação confiança (será que este profissional conseguirá entregar o projeto) x preço. O problema desse modelo de negociação é que com pouco ou quase nenhum contato com o cliente antes de aceitar a proposta, o mesmo acaba embarcando em um projeto que nem sempre consegue desenvolver. E nesses casos onde o desenvolvedor não consegue atender a demanda do cliente pelo orçamento proposto, perde-se muita energia, dinheiro e tempo (que também é dinheiro) - para ambas as partes.

Nesse caso, por sorte minha! Sim, passar pelo processo de contratar desenvolvedor para criar aquela ferramenta que tanto queria foi uma espécie de bootcamp para mim, como se fosse uma imersão em um universo totalmente novo! Em cada call para acompanhar o processo de desenvolvimento ele falava uma palavra mais bonita que a outra, era javascript, bootstrap, php, jQuery e por aí vai. Cada ligação rendinha algumas boas pesquisadas no Google pra entender o que ele tava usando por trás do tão sonhado sistema.

Mas nem tudo são flores, infelizmente, ou nesse caso felizmente! O dev não conseguiu entregar o projeto e o que era para entregar em 60 dias já passávamos de 8 meses e nada.

Me vi com uma ferramenta inacabada, desgastado com o profissional pelo atraso, mas com uma curiosidade enorme para entender todos aqueles termos e ferramentas que tive contato durante o processo.

Este processo ocorreu em meados de 2014 e paralelamente deflagrou-se uma das piores crises política e financeira do nosso país. A minha empresa começava a sentir os efeitos da crise e eu tinha além de mais tempo disponível, uma idéia que ainda não tinha tirado do papel.

Juntei o útil com o agradável e após muita pesquisa me cadastrei numa verdadeira faculdade online de tecnologia: a Alura (olha o merchant ai)! É merchant mesmo e dos orgânicos porque eu sempre indico para quem quer aprender a programar que a Alura é um ótimo caminho. A didática dos cursos é muito boa e oferecem cursos que vão desde os primeiros passos na programação ensinando o que é html, o que é linguagem de programação, lógica até coisas de dev ninja samurai jedai cabuloso.

Para quem tem iniciativa, é curioso e autodidata (gosta de aprender coisas por conta própria) é entrar de um lado noob e sair programador alguns bons cursos depois.

De maneira geral sou muito curioso e um DIY total! Gosto de fazer de tudo um pouco e apesar de não saber programar na época, já tinha brincado um pouco com sites pois o primeiro site da Mais Bartenders eu mesmo tive que fazer em flash ¯\_(ツ)_/¯ … Sim, eu também já usei flash lá por volta de 2007 antes do Steve Jobs lançar o iPhone e matar o flash de vez hehe.

Então foi questão de tempo e muita dedicação para que eu já conseguisse criar algumas soluções digitais para mim mesmo :)

Valeu dev da workana! Você me transformou em um programador \o/

Desde então me aventurei em diversos projetos bem legais e que ajudaram muito no meu aprendizado como desenvolvedor web, pois criei diversas ferramentas do zero, todos também de forma bootstrapping.

A principal stack que utilizei nos projetos que criei foram Laravel (PHP) e Vue.js (Javascript) e em alguns utilizei Phonegap Cordova para compilar apps híbridos, utilizando as mais variadas features como real-time e push-notification com Socket.io, Pusher e Firebase, multi-tenancy, pagamento online por diversas plataformas, criação de API's REST e recentemente GraphQL, integração com outras API's e serviços, integração com dispositivos externos por bluetooth e impressão direta, processamento de pagamentos com cartões físicos através de pinpad, emissão e impressão de NF-e e NFC-e entre outras features.

Tem sido um processo bem legal e cada vez mais me sinto apaixonado pela área, pelas coisas que aprendo diariamente e pelas tools que venho criando nesse caminho.


const that = this

My personal portfolio and some snippets of my life of coding

This project was made using Vue.Js and Gridsome

©2020 Igor Trindade